quarta-feira, 22 de março de 2017

SESSÃO DA CÂMARA MUNICIPAL DE GUAMARÉ DESTA TERÇA (22)

Postado por com 0 comentário








Sessão do legislativo em Guamaré bastante tumultuada na tarde de hoje(21), lá estiveram presentes todos os vereadores e um grande número de cidadãos guamareenses. Vereadora Eliane Guedes, Cobra resposta do executivo Em seu discurso na tribuna, a vereadora Eliane Guedes foi contundente com a retirada de moradores das residências que seriam entregues aos cidadão carentes da comunidade, onde ela disse que " essas pessoas ficaram abandonadas , sem ter onde ir...foi uma falta de humanidade tremenda e um desrespeito ao ser humano." A vereadora ainda pediu resposta aos colegas governistas sobre tal situação. A vereadora Eliane Guedes também cobrou ações de melhorias em saúde pública no município, dizendo "... Sem água não podemos dizer que temos uma saúde de qualidade, faz tempo que agente quer entender esse processo de dessalinização, o que aconteceu, mas ninguém responde, ninguém nos dá uma posição sobre o assunto, o motivo porque isso ainda não saiu , se já foi pago quase R$ 1,0 milhão de reais..." "...nos temos um centro de saúde muito bom, mas falta humanização, não adianta ter um centro cirúrgico sem UTI, mesmo fazendo cirurgias eletivas(não de urgências) pois temos casos que nossos conterrâneos precisam se deslocarem até a capital, como aconteceu em situações que presenciei com pessoas com Broncoespamo na hora da cirurgia, pessoas com esterectomia total sofreu uma hemorragia e teve que ser socorrida para natal, não adianta encher a boca que fizemos mil cirurgias, mas não queremos quantidade, queremos qualidade..." "...as pessoas vem de fora e diz que lega que Guamaré pode atender, mas nossos conterrâneos quando precisam de um exame de alta complexidade é 1 ano pra se marcar, isso é vergonhoso." Já o vereador Gustavo Santiago Falou da necessidade do governo voltar seu olhar para o homem do campo, uma vez que a cidade é composta também por cidadãos que cultivam agricultura em suas terras. Solidarizou-se com a posição da vereadora Eliane , quando a mesma questionava se os munícipes possuem realmente uma saúde de qualidade. " Quero enfatizar a importância da agricultura para nossa comunidade, já que esse ano graças a deus, temos chuvas suficientes que enchem os pequenos agricultores de esperança. porque é a certeza que poderemos produzir milho, feijão, soro, vamos ter ração para animais e alimentos para toda família. E as pessoas se queixam, reclamam muito, pois estamos no terceiro mês do ano e até esse momento ainda não foi disponibilizado o essencial para que se explore a terra, não temos tratores para cortar a terra e nem semente para semear, já que a semente está muito caro e nossos pequenos agricultores não possuem recursos para comprar." A defesa do governo O vereador Edinor, defendeu o governo, mas nada disse de concreto sobre os temas acima discutidos, disse o vereador Edinor "Meu pronunciamento hoje presidente é para fazer referência aos vereadores que me antecederam aqui, como a vereadora Eliane perguntou como ficaria o povo daquelas casas que foram recém desocupadas; acredito vereadora que a sua preocupação é a preocupação de todos os vereadores dessa casa. Ninguém está aqui para tirar direito de ninguém. Tenha certeza que a Secretaria de Assistência Social fará o maior esforço para que o serviço seja executado da melhor maneira. Sabemos que tem critérios e os critérios não são nossos." O vereador Edinor vendo a necessidade de defender o governo, se perde com suas respostas aos edis oposicionistas, dizendo ; "Com relação a questão de saúde do nosso município sabemos que nós temos uma saúde boa, de qualidade. Precisa se fazer mais, precisa sim. Precisamos avanças mais." O discurso do vereador só confirma o que a vereadora Eliane e o vereador Gustavo questionou sobre a falta de uma saúde que atenda as necessidades dos conterrâneos. Para encerrar a defesa do governo, o vereador Edinor ainda soltou essa perola " Quanto a necessidade dos tratores para arar a terra, vamos fazer a licitação no incio de novembro para que os tratores estejam disponíveis para o inicio de 2018, pois tudo aqui é feito com licitação prévia." Parece até brincadeira Enquanto os agricultores de Guamaré necessitam dos tratores de imediato, o vereador governista pede paciência e diz que a licitação dos tratores serão feitas em novembro/dezembro de 2017. Casas alagadas A vereadora Diva chama atenção para as casas que estão em debate na tribuna, dizendo " não entendo como o governo iria entregar essas casas, se eles estão sem água, energia e sem calçamentos, todas alagadas com as chuvas. tem locais que nem se consegue chegar a residencia com tanta lama."

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário